Visite meu novo blog totalmente dedicado ao Krautrock, divirta-se! Curta, comente, compartilhe!

Visit my new blog devoted entirely to Krautrock, enjoy, comment, share!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Velotroz “História do Tempo”

Imagem inline 2
Lançamento virtual:
“História do Tempo” - Banda Velotroz

A Velotroz disponibilizará, na próxima quarta-feira (09/12),
o seu novo e último disco “História do Tempo”

Três anos após a sua conclusão, a Velotroz lança na próxima quarta-feira, 09 de dezembro, o álbum intitulado “História do Tempo”. O disco será disponibilizado no site e redes sociais da banda.

Formada em 2007, o grupo soteropolitano possui forte influência da música popular brasileira dos anos 70 e de sua relação com o rock, além de samba, jazz e ritmos contemporâneos, somados à particularidade de seus integrantes tanto em sonoridade quanto em processos de composição.

 Conhecido por apresentações energéticas e marcantes, em 2011 o conjunto foi vencedor, por unanimidade de júri, do Desafio das Bandas promovido pelo Jornal A Tarde e, como prêmio, pôde iniciar a gravação do seu primeiro disco, com o produtor Tadeu Mascarenhas. Antes, porém, já havia lançado a demo “Duas e Meia” (2007) e dois EPs, “Parque da Cidade” (2009) e “A Banda do Futuro apresenta: Espelho de Sharmene” (2012).

Em hiato desde 2013, teve sua formação mais atuante composta por Giovani Cidreira (voz e violão), Tássio Carneiro (teclados), Caio Araújo (contrabaixo), Filipe Castro (percussão), Maicon Charles (bateria) e Silvio de Carvalho (guitarra). Com o falecimento do baterista Maicon Charles e a dedicação maior dos outros integrantes a seus projetos pessoais, a banda encerrou suas atividades.

O disco conta com as participações especiais dos músicos Ronei Jorge Martins (voz em “Coração que Muito Bate Acaba A Validade”), Tuzé de Abreu (flauta transversal em “Fase da Terra” e coro em “Samba de Educação”), Davi Correia (guitarra em “Fase da Água” e “Espelho de Alice”), Banda Escola Pública (em Samba de Educação), Tadeu Mascarenhas (piano fender rhodes em “Fase da Terra”, guitarra em “Ela Merece um Filme” e “História do Tempo” e piano em provável “Espelho de Alice”) e Nancy Viégas (coro).

"História do Tempo" apresenta 9 faixas e é dividido em três partes: Fase da Terra, Fase do Sol e Fase da Água. As fases do disco trazem universos e ambientações próprias, podendo ser compreendidas como reflexo da história do grupo.


Serviço
O Que: Lançamento do disco “História do Tempo” - Banda Velotroz
Quando: Segunda-feira - 09 de Dezembro de 2015 - 19h
Quanto: Gratuito

No site da banda download da discografia, enjoy!

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Antonio Carlos Jobim - Wave (1967)

- Antonio Carlos Jobim - piano, guitar, harpsichord
- Ron Carter - bass
- Domum Romão, Bobby Rosengarden, Claudio Slon - drums
- Joseph Singer - French horn
- Raymond Beckenstein, Romeo Penque, Jerome Richardson - flutes, piccolo
- Urbie Green, Jimmy Cleveland - trombones
- Bernard Eichen, Lewis Eley, Paul Gershman,  Emanuel Green, Louis Haber, Julius Held, Leo Kruczek, Harry Lookofsky, Joseph Malignaggi, Gene Orloff, Raoul Poliakin, Irving Spice, Louis Stone - violins
- Abe Kessler, Charles McCracken, George Ricci, Harvey Shapiro - cellos
- Claus Ogerman - arranger/conductor


All music written by Antonio Carlos Jobim.
01. Wave – 2:51
02. The Red Blouse – 5:03
03. Look To The Sky – 2:16
04. Batidinha – 3:13
05. Triste – 2:04
06. Mojave – 2:20
07. Diálogo – 2:50
08. Lamento – 2:41
09. Antigua – 3:06
10. Captain Bacardi – 4:27


Yandex 

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Caetano Veloso - Caetano Veloso (1968)

01. Tropicália (Caetano Veloso) - 3:37
02. Clarice (José Carlos Capinam/Caetano Veloso) - 5:26
03. No Dia Em Que Eu Vim-Me Embora (Gilberto Gil/Caetano Veloso) - 2:26
04. Alegria, Alegria (Caetano Veloso) - 2:48
05. Onde Andarás (Ferreira Gullar/Caetano Veloso) - 1:55
06. Anunciação (Rogério Duarte/Caetano Veloso) - 2:19
07. Superbacana (Caetano Veloso) - 1:25
08. Paisagem Útil (Caetano Veloso) - 2:37
09. Clara (featuring Gal Costa) - 1:43
10. Soy Loco Por Tí, América (Capinam/Gilberto Gil) - 3:42
11. Ave Maria (Caetano Veloso) - 1:58
12. Eles (Gilberto Gil/Caetano Veloso) - 4:37

Yandex

sábado, 6 de junho de 2015

Dulce Quental - Délica



Dulce Quental (Rio de Janeiro, 13 de abril de 1960) é uma cantora e compositora brasileira. Ex-vocalista da banda Sempre Livre no início da década de 1980, em 1985 Dulce lança o primeiro disco solo, Délica, fundindo os estilos pop, jazz e bossa nova. Em 1987, lança Voz Azul, produzido por Herbert Vianna (que lhe presenteia com a música Caleidoscópio).

Em 1988 o terceiro disco solo, Dulce Quental, com composições de Arnaldo Antunes e Roberto Frejat (Onde Mora o Amor), Arrigo Barnabé (Numa Praia do Brasil), Itamar Assumpção (Mulher Dividida), Cazuza e George Israel (Inocência do Prazer) e Humberto Gessinger (Terra de Gigantes). Como compositora, compôs para artistas como Nico Rezende, Leila Pinheiro, Capital Inicial, Daúde, entre outros.

Depois de quinze anos longe dos palcos e sem gravar discos, a cantora lança o CD Beleza Roubada, elogiado pela crítica.

Mega

terça-feira, 2 de junho de 2015

Os Mutantes - o "A" e o "Z"

- Arnaldo Baptista - keyboards, cello, flute, vocals
- Sérgio Dias - guitars, sitar, violin, vocals
- Liminha - bass, acoustic guitar, violin, vocals
- Dinho Leme - drums, percussion, tabla, vocals


01. "A" e o "Z" (Mutantes) - 8:38
02. Rolling Stone (Mutantes) - 6:14
03. Você Sabe (Mutantes) - 6:24
04. Hey Joe (Mutantes) - 12:11
05. Uma Pessoa Só (Mutantes) - 7:31
06. Ainda Vou Transar com Você (Mutantes) - 7:09


Yandex

domingo, 31 de maio de 2015

Aline Lessa

Cantora brinda o público com sua voz suave em CD de clima retrô confessional bem agradável

Um disco com dez canções de amor, agonia, solidão, esperança, sofrimento e paz, todas pontuadas por uma voz suave e um clima retrô confessional bem agradável. Um álbum gostoso, leve e complexo. Assim é o primeiro trabalho solo de Aline Lessa. A produção é assinada pela cantora e por Elísio Freitas (produtor e guitarrista do disco "Porquê da voz", de César Lacerda). Aliás, produção elaborada e bem bacana. "Para Luciana" me fez chorar de verdade.
Aline foi tecladista e compositora da banda Tipo Uísque com a qual lançou os EPs "Afague" e "Home", pela gravadora Som Livre.

Link